segunda-feira, 12 de outubro de 2009

VAQUEIRO MARAJOARA - ENCANTARIAS, CHULAS E LADAINHAS

.

Mar doce


Quem cruza esse mar doce
Do Arari, Anajá ou São José
Encurta as pernas na sela
Temendo rabada de jacaré

Quem anda nesse mar doce
Do Arari, Anajá ou São José
Vai em sempre encontrar
Prosa e uma cuia de caribé

Quem chega nesse mar doce
Do Arari, Anajá ou São José
Procura rês desgarrada
Ou destempero em corpo de mulhé

Quem vai desse mar doce
Do Arari, Anajá ou São José
Se a donzela é formosa
Volta para perguntar se ela qué





“Encontrar a ventura
Remando sem parar
Levando cada encanto
Pras bordas do alto mar”


.
MQ
.

2 comentários:

  1. catarina calandrini15 de outubro de 2009 22:44

    adorei !

    " esse mar doce
    Do Arari, Anajá...

    sou paraense, nasci na ilha do Marajó.
    achei divino !
    parabensss

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Catarina,

    O Marajó é fascinante.
    Vaqueiro Marajoara, encantarias, chulas e ladainhas está publicado na integra no final do Abaribó. Entre lá, acho que vai gostar.
    Abraços

    ResponderExcluir