domingo, 30 de junho de 2013

Inscrições para o Festival de Audiovisual de Belém(FAB) são prorrogadas

..........



O cronograma de inscrições atualizado passa a ser o seguinte:

- Mostras Competitivas de Curtas e Videoclipes: 26 de julho
- Mostras Competitivas de Campanhas Publicitárias, Conteúdo para Web e TV, Crítica de Cinema e Mostras Não Competitivas: 09 de agosto

http://www.portalfab.com/2013/06/inscricoes-para-o-festival-de.html

Fonte: Editais de Cultura

,,,

XII FECAST - FESTIVAL DA CANÇÃO DE SÃO TOMÉ DAS LETRAS

........






XII FECAST - Festival da Canção de São Tomé das Letras
Dias 26, 27 e 28 de julho de 2013
na Praça Barão de Alfenas, Centro,
São Tomé das Letras, Minas Gerais.
PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 095/2013
CONCURSO Nº 001/2013 XII FESTIVAL DA CANÇÃO DE
SÃO TOMÉ DAS LETRAS – MG

Inscrições até 17 de julho
PARA INSCRIÇÃO ON LINE CLIQUE AQUI

REGULAMENTO
FESTIVAL DA CANÇÃO DE SÃO TOMÉ DAS LETRAS
PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 095/2013 - CONCURSO Nº 001/2013
XII FESTIVAL DA CANÇÃO DE SÃO TOMÉ DAS LETRAS – MG


Art. 1°- DATAS E ORGANIZAÇÃO

A Comissão Especial de Licitação torna pública a realização do XII Festival da Canção de São Tomé das Letras (FECAST) se realizará nos dias 26, 27 e 28 de julho de 2013 na Praça Barão de Alfenas, Centro, São Tomé das Letras, Minas Gerais.

§1º - O XII Festival da Canção de São Tomé das Letras é organizado pela Prefeitura Municipal de São Tomé das Letras, através dos seguintes Departamentos: Departamento Municipal de Educação, Cultura e Proteção do Patrimônio Cultural e Departamento Municipal de Turismo, Esporte e Lazer.

Art. 2º- INSCRIÇÕES

As inscrições começam dia 18 de junho e terminam dia 17 de julho de 2013. Quando as inscrições forem efetuadas pelo Correio, o material deverá chegar à sede do Festival até essa data. NÃO SERÁ CONSIDERADO O DIA DA POSTAGEM.

§1º- Cada participante pode inscrever quantas músicas desejar.

§2º- A taxa de inscrição é de R$10,00 por música e deverá ser paga por depósito bancário. AS INSCRIÇÕES SEM CÓPIA DO RECIBO BANCÁRIO NÃO SERÃO CONSIDERADAS.

§3º- As inscrições podem ser feitas pessoalmente ou enviadas pelo Correio no seguinte endereço: XII Festival da Canção de São Tomé das Letras Rua José Cristiano Alves, nº20, Centro- CEP 37418-000, São Tomé das Letras – MG. Para se inscrever pela internet basta preencher a ficha de inscrição no site www.festivaisdobrasil.com.br e anexar os documentos necessários, conforme parágrafo 9° deste artigo.

§4°- O pagamento da taxa de inscrição deverá ser feito por depósito ou transferência no banco Itaú, agência 5304, conta 1010-0, em nome da Prefeitura Municipal de São Tomé das Letras-MG.

§5°- As composições deverão ser inéditas e originais, tanto na parte musical como nos versos. Entende-se por inédita a música que não tenha sido distribuída comercialmente e lançada por gravadora com selo e registro no ECAD. E, como original, a que não contiver plágio, adaptação ou citação poética e musical de outro autor ou compositor.

§6°- Músicas já classificadas no FECAST podem concorrer novamente até o máximo de duas vezes, desde que não tenham recebido um dos 3 primeiros prêmios.

§7º- Somente serão consideradas músicas com a letra na língua portuguesa.

§8º- Não existem restrições a gêneros musicais.

§9º- No material de inscrição deverá constar:
a) Ficha de inscrição preenchida on-line ou impressa (correio ou pessoalmente) sempre com o nome, endereço, e-mail e telefone do (s) compositor (s) e indicação do (s) intérprete(s).

b) CD ou DVD nas inscrições feitas pessoalmente ou pelo correio e arquivo em MP3 (máximo 10 MB) para as inscrições pelo site, com o acompanhamento que o compositor achar necessário.

c) Cinco cópias da letra da música para inscrições feitas pessoalmente ou pelo correio e arquivo anexo com a letra nas inscrições efetuadas pelo site (arquivo no formato DOC), devidamente assinadas pelo autor.

d) Comprovante de pagamento da taxa de inscrição, anexado em JPEG, se a inscrição for efetuada pelo site ou xerox para as efetuadas pelo Correio ou pessoalmente.

e) Fotocópia do documento de identificação com foto e foto 3x4 para confecção de crachá que deverão ser entregues até as 12 horas do dia da apresentação.

f) Termo de autorização do autor(es) da música, caso não seja ele(s) a interpretá-la(s).

g) Se houver impedimento para concorrer em determinada etapa o compositor deverá apontá-lo na inscrição. APÓS A SELEÇÃO E O SORTEIO DAS APRESENTAÇÕES NÃO SERÃO PERMITIDAS TROCAS.

§10º - O material inscrito não será devolvido.

§11º - No ato da inscrição os classificados para o festival cedem à Prefeitura Municipal de São Tomé das Letras o direito de divulgação e apresentação das composições inscritas.

Art. 3º - SELEÇÃO E APRESENTAÇÃO

Das músicas inscritas a comissão de seleção escolherá 24 para o festival. Os autores das 24 músicas classificadas serão comunicados por telefone ou Email até o dia 22 de julho. Os autores, depois de comunicados, terão que confirmar sua presença no FECAST por email festivalstl@yahoo.com.br ou por telefone (35 32371276) até o dia 24 de julho, sob pena de desclassificação.

§1º- Caso haja desistência de algum dos concorrentes classificados, poderão ser escolhidas novas músicas. Neste caso, os selecionados serão comunicados no dia 25, quando deverão confirmar a presença.

§2º- 12 músicas serão apresentadas no dia 26 e 12 dia 27, classificando 10 para a fase final dia 28 de julho. A distribuição dessas músicas para apresentação será feita por sorteio.

§3º- A comissão de seleção será formada por profissionais convidados pela comissão organizadora com o auxilio de professores e alunos de conservatórios de música.

§4º- As músicas inscritas em material defeituoso serão desclassificadas.

§5º - No credenciamento é obrigatória a apresentação de carteira de identidade, ou documento equivalente, com fotografia atual.

§6º - As músicas serão apresentadas a partir de 20h00 nos dias 26 e 27 e a partir das 15h00 no dia 28 de julho no palco montado na Praça Barão de Alfenas, Centro, São Tomé das Letras, MG

§7º - As interpretações deverão ser executadas da forma como as músicas foram inscritas, ou seja, com o(s) mesmo(s) cantor(es) e instrumental. Os compositores que consideram impraticável o translado com seus grupos não devem se inscrever com eles.

§8º - As passagens de som serão realizadas nos dias 26 e 27, das 13 às 17 horas, por ordem de chegada e são obrigatórias. No dia da final, 28 a passagem de som será das 09h00 as 13h00. O não comparecimento ao ensaio no horário previamente estipulado implicará na desclassificação do concorrente.

§9º - Além da aparelhagem de som estará à disposição uma bateria

§10º - Se o intérprete não comparecer no dia da apresentação estará automaticamente desclassificado.

§11º - A ordem da apresentação das músicas não poderá ser alterada.

§12º- - A ordem de apresentação das 10 finalistas será conhecida por sorteio.

§13º- Os intérpretes terão tempo limite de 7 minutos para iniciar a apresentação. Por cada minuto excedido a música perderá 1 ponto do total apresentado pelo júri.

Art. 4º - JÚRI

A comissão julgadora será formada, na sua maioria, por músicos, compositores, críticos musicais, escritores, artistas plásticos e jornalistas, escolhidos pela comissão organizadora.

§1º - Das decisões do júri não cabem qualquer recurso.

Art. 5º - JULGAMENTO E PREMIAÇÃO

Serão distribuídos R$ 7 mil em prêmios

• 1º classificado: R$ 3.000,00
• 2º classificado: R$ 2.000,00
• 3º classificado: R$ 1.000,00
• Melhor intérprete: R$ 500,00
• Destaque local: R$ 500,00
§1º - As premiações, em qualquer etapa do festival, serão entregues somente após a apresentação. Assim, nenhuma premiação será paga se a música não for apresentada na data prevista.

§2º- A comissão julgadora será formada por 5 jurados (profissionais da área artística, músicos, jornalistas ou produtores culturais).

§3º- Os critérios de julgamento são: afinação, arranjo, melodia, interpretação e comunicação.

Art. 6º - IMPEDIMENTOS

§1º- É proibido o uso de bebidas alcoólicas e substâncias ilícitas pelos músicos, produtores e comissão organizadora e julgadora. Qualquer comportamento considerado impróprio pela equipe organizadora do evento será motivo de desclassificação.

§2º- Na hipótese de ocorrência de força maior, ato de autoridade administrativa ou judicial, assim como tumultos, greves, luto oficial, convulsão social, alagamentos, obstrução das vias de transporte, atos da natureza, queda de energia, acidentes e outras fatalidades ou circunstâncias que impeçam a realização das apresentações, as músicas vencedoras serão escolhidas pela comissão julgadora utilizando as gravações enviadas na inscrição.

Art. 7º - OS CASOS OMISSOS NO PRESENTE REGULAMENTO SERÃO RESOLVIDOS SOBERANAMENTE PELA COMISSÃO ORGANIZADORA.


Fonte: Festivais do Brasil

..

...


NET lança concurso de roteiros

............
A operadora de TV por assinatura NET acaba de lançar concurso que vai selecionar novas ideias de séries brasileiras para TV. A iniciativa reflete o aumento da demanda por produções nacionais, impulsionada sobretudo pela lei 12.485, que instaura a cota de 3h30 de conteúdo produzido no país nos canais a cabo.
..
Foto: Laineys Repertoire
,,
O NETLABTV tem abrangência nacional e é voltado a criadores, roteiristas, escritores e dramaturgos, estreantes ou profissionais. Cada candidato pode enviar até três sugestões.
Serão escolhidos quatro projetos na categoria “Ficção”, que receberão verba de apoio no valor de R$ 15 mil cada. Outras quatro propostas de “Não Ficção” – que inclui os gêneros documental, variedades, reality show e doc reality – terão R$ 8 mil para serem desenvolvidas.

Os vencedores passarão por um laboratório presencial que deve acontecer em São Paulo (custos de transporte e estadia serão pagos pelo NETLABTV). Em seguida, os trabalhos serão submetidos a uma consultoria especializada. Por fim, os roteiristas participam de uma rodada de apresentação com representantes de canais de TV por assinatura, produtores independentes e distribuidores.

No portal do concurso, lançado também nesta terça-feira (4/6), é possível conferir entrevistas, vídeos, reportagens e dicas sobre o tema. As produções serão analisadas pelos canais parceiros, entre eles, emissoras do Grupo Bandeirantes, da Fox, da Sony, da Turner International (Space, TNT) e da Viacom (Nickelodeon, VH1).

NETLABTV é uma realização da Casa Redonda Produções Culturais. O conteúdo do site e do Facebook do concurso é produzido pelo Cemec, empresa responsável pelo Cultura e Mercado.

As inscrições terminam no dia 28 de julho e podem ser feitas pelo site www.netlabtv.com.br.

..

sábado, 29 de junho de 2013

Dentro do poeta - MQ


...

Era só o poeta envelhecido com seus demônios, cansado, que voltava como se fosse possível voltar com todos eles. Deixar as cicatrizes cerzidas com o fio dos caminhos e se lembrar de ser são. Era só o poeta, em metáforas; de alma e corpo, peregrino pela vida, juntando pedaços desde que partira.

Era só o poeta e seus demônios que calavam versos e secavam lágrimas. Ele voltava à origem naquela madrugada de casas adormecidas e ruas silenciosas.

O dia amanhecia no quintal, colorindo os rastros que ela deixava quando caminhava para o portão. Parecia adivinhar quem chegava. Naquele abraço amoroso recebeu suas lonjuras. E eram tantas! Ele olhava para a mãe e as palavras pulavam do pensamento, como se ela as dissesse.

sou a mulher
que finda, ereta
e insubmissa,
a última etapa da vida

sou a mulher
que chora,
pelos cantos,
escondida,
o tempo que só
dentro de mim ficou

sou a mulher
que carrega no ventre
o fim latejando,
minha primeira gravidez
e meu derradeiro parto

sou a mulher
ereta e insubmissa,
que desde nascida
finda

Olhava seu pai, enrolando o cigarro para lhe dar com as mãos em calos e perdão, as palavras falando em silêncio, como se ele as dissesse.

do eito
onde capino o dia,
confiro meu verso,
pari o poeta

Da porta dos fundos da casa avistava os caminhos, espalhados no lugar da infância, iguais e distantes. Sem se dar conta, os passos levavam para a Meia Légua, guardada pelo buriti solitário, farfalhando.

sina de ser tão, sertão

posto o horizonte no dia,
linha estendida na imensidão,
caminho de tropas passando

vento balança copa e tronco
ensinando dançar,
ninho de juriti,
folha nova despertando,
cacho, coco, capivaras, bem-te-vis
chuva fina na terra fértil
fecunda a raiz lançada aqui

passeia o sol no compasso
traça a luz, projeta horas

ser tão, sertão
nos rastos das boiadas
seguindo
lusco-fusco, vaga-lumes
solidão

noite que a lua segue em compasso,
dança
ermo de cerrado, sinfonia,
solo de pirilampos
escutado sob
o silêncio das estrelas

o tempo são marcos
de ser tão, sertão,
na terra
onde folhas viram asas
do meu tronco buriti

Ouvia dentro a voz, era o poeta ouvindo, recebendo os versos, se calando em versos, ouvindo o convite do rio.

molha os pés
e as mãos em calos
nas águas da infância,
sou rio ponte,
rio pedra,
rio fonte,

sou caminho perdido
na curva do tempo

sou rio indo, ardendo
queimando paixões

sou rio ido
angustiado
em ser

rio velho,
jazindo,
indo, indo...

sou rio pedra,
rio ponte,
rio fonte,
indo...
Indo...

Voltava pelo trieiro, sem versos, sem paz. Pejado de demônios perquirindo, encontrando, um a um, quem já levara por dentro pelas estradas.

ainda somos as pessoas que ardem
e se esvaem
em procuras,
tecendo em sonhos,
encontros e despedidas,
a solidão de nossas
pequenas histórias

Passava pela porta e via a colcha de retalhos pendurada na cerca daquela casa simples que ela sempre morou, balançando no vento as palavras.

retalhos de vida,
dispostos juntos,
são das cores alegria
e tristeza

retalhos juntos,
dispostos na vida,
formam as cores da chegada
e da partida

retalhos dispostos,
na vida juntos,
cor das lembranças
a das saudades

retalhos de vida,
dispostos juntos,
na cor da labuta
tecendo a colcha de retalhos
com que cobres
tua angústia

Quando ele a viu, o olhar não acreditou, o corpo não acreditou, seus demônios não acreditaram. O tempo lhe caíra bem, lhe dera definitiva beleza e espera.

sê bem-vindo,
amado meu,
inesperado
mas bem-vindo,
amado meu

não te preparei versos e luares,
nem os braços
em abraços,
amado meu

mas sê muito bem-vindo,
amado meu,
seguiste os vaga-lumes,
não foi? amado meu

te pedia para voltar
depois de cada entardecer,
amado meu,
no piscar de cada estrela,
amado meu,
pedia aos vaga-lumes
que as imitassem sem parar
até te encontrar,
amado meu

Ele mal acreditava. Ela estava ali na sua frente, não escondida nos caminhos, mas ali, amor igual, restando igual, esperando igual, no tempo desigual, em lamento.

parte arrancada,
distante,
dilacerada,
mas que lateja e arde

parte e universo

história esmaecida
nas lembranças,
levada na poeira das estrelas

tempo feitor
reunindo pedaços
dentro de nós

corpos já puídos pelo tempo,
asseverando o amor
dentro de nós

miríade do que já fomos,
mutilada,
que ainda sinto
por dentro de mim

Havia tanto amor naquele abraço, o cheiro dela era tão ela, não havia demônios ali. Se doava.

entrego
aos teus olhos
os meus em lágrimas,
nesse momento maior de amor,

te pertenço por inteiro
na lucidez
desse silêncio

com teu rosto rente ao meu
e minhas mãos
sem mágoa
te falo do meu
amor definitivo
na poesia
dessas lágrimas,
que teus olhos
também conhecem

plenitude
maior do amor,
instante
maior do amor
em cristais
no meu pensamento

Ele que voltara apenas para restar ali ouvia cada palavra, com ouvidos de procura misturados na poeira, vagando.

queria te dar a aurora
se despindo na manhã
e orvalhar os caminhos
dos teus gestos pelo dia,
queria te dar momentos
que jamais tivemos
e todos os sonhos
que ainda não sonhei,
queria te dar mais,
tanto mais,
nas palavras usadas
em desbotadas metáforas,
queria te dar muito mais
do meu amor
que não envelhece,
mesmo esperando
só dentro de mim

O poeta não se pertencia, havia a chusma de demônios impelindo. Acreditava voltar, acreditava ficar, acreditava amá-la depois de tanto tempo urdindo distâncias. Não conhecia tanto a alma que amava. Seus pensamentos transpareciam e ouviam os versos.

por não te conhecer tanto
és perfeito dentro de mim,
assim, idealizo, sonho
e sofro a tua ausência

alma que me ama

minha alma também te ama
mas está, ainda, aprisionada
no meu corpo
que todos os dias sente saudades
do teu corpo e da tua alma

alma que me ama

prisioneira como a minha,
vivendo a ilusão de ser só alma,
num corpo que não conheço tanto
mas que é perfeito dentro de mim

alma que me ama

num dia nem vestígios
do meu corpo haverá

um dia quando só alma for,
no espaço infinito das almas,
ainda, doerá a lembrança
de tê-lo tido, sem tê-lo
de tê-lo esquecido, sem esquecê-lo

Era o poeta que só ouvia versos, só calava as palavras dentro de si. Era o poeta que voltava com o corpo cheio de demônios e olhava de soslaio a intenção aprisionada na ponta da estrada, chamando novamente.

Ela olhou para a direção do seu olhar e enxergou, triste, o lugar de ir, de só ir. E afirmou em lamento.

foi num lampejo de
angústia que Deus,
injusto,
se há,
nos formou um ser só,
deu solitário limite
na enorme ternura

em outro lampejo
permitiu, ainda,
a chama acesa

injusto,
se há,
reluta severo
em de verdade nos criar

embaralha o tempo
na dor que
recende dos nossos corpos
e num gesto de
generosidade
nos dá referências,
pessoas amadas
e nega,
na sua angústia,
que fossem
para nós dois as mesmas

se há,
injusto que é,
quem sabe num dia
de muita melancolia
nos permita alma
e carne se pertencer

se tarde for,
injusto,
se há

permitirá
nos contentarmos
com a lembrança
do que nunca fomos

Despedia-se do poeta e ele se despedia dela, a estrada o retinha, lugar de ziguezaguear com seus demônios.

Os versos chegavam doloridos de volta ao ventre, inéditos, sem vida.

Ele restou em litígio com sua chusma de demônios pela estrada a fora.
Mas ela cantava o definitivo canto.

vais durando em mim sempre
e sempre durarás em mim
pois tenho zelo em pertencer-te
e sinto a cada quadra do tempo
a doce saudade de ter-te

o tempo curva meu corpo
e vais durando,
apura minha sensibilidade
e vais durando

porque sempre
é quando,
estás em mim sempre

Tantos versos chorando nas palavras não ditas, só dentro, palavras tristes. Lágrimas que salgavam a boca dos demônios, que cantavam em coro pelo caminho, mesmo quando calavam dentro do poeta sem versos.

a tristeza
escorria no olhar

não escutavas
nada ao teu redor

a sinfonia do entardecer
deslumbrava
colorida

tristeza
escorria dos ouvidos

não vias
nada ao teu redor

a tristeza continha
teu corpo
para não escorrer
pelo chão
como lágrimas


...

sexta-feira, 28 de junho de 2013

RUY GODINHO - RODA DE CHORO

;;;;;;;;;;;



O Roda de Choro deste sábado abre com o flautista Henrique Nepomuceno Dourado, nascido por volta do ano de 1880.  
Depois apresenta o casamento harmonioso de Paulo Moura e Rafael Rabello no CD Dois Irmãos, de 1992.
Em seguida traz o talento e a criatividade do Alexandre Gismonti Trio e o som do CD Baião de Domingo, de 2010.
Teremos ainda a presença marcante do seresteiro paulista João Macacão e o som do CD Consequências, de 2012.
E para encerrar o virtuose violonista goiano/brasiliense Marcus Moraes e o som do CD homônimo, de 2008.
Aguardo vocês!
Produção e apresentação: Ruy Godinho





Transmitido pela Rádio Câmara FM 96,9 Mhz - Sábado 14h [Brasília – DF] (www.radio.camara.gov.br) 


Retransmitido por 148 rádios parceiras: 


Acauã FM 87,9 Mhz - Domingo 6h [Aparecida-PB] 
Águia Dourada FM 87,5 Mhz - Segunda a Sexta 6h [São Paulo - SP] (www.aguiadouradafm.com.br)
Aliança FM 89,7 Mhz - Domingo 18h [Ouro Branco - MG] (www.fmalianca.com.br)
Alternativa FM 95,3 Mhz - Segunda a Sexta 16h [Queimados - RJ] (www.alternativarj.com.br)
Alternativa FM 98,7 Mhz Sábado 4h [Sobral-CE] 
Alternativa FM 107,1 Mhz - Sexta 23h [Barra Mansa-RJ] www.alternativabm.com.br
Alternativa FM 87,9 Mhz - Domingo 8h [Itapuranga-GO] (www.alternativa87fm.net)
Amanhecer FM 104,9 Mhz - Quarta 13h [Canindé de São Francisco-SE] 

Amigos de Balneário Pinhal FM 98,1 - Quinta 18h [Balneário Pinhal-RS] www.radioamigosdebalneariopinhal.com
Antares AM 800 Khz - Sexta 8h30 [Teresina-PI] http://fundacaoantares.org/
Antena A FM 94,9 Mhz - Domingo 9h [Altinópolis - SP] (www.antenaa.com.br)

Aperipê AM 630 Khz - Terça 10h [Aracaju-SE] (www.aperipe.com.br) 
Asdeca FM 98,5 Mhz - Domingo 6h [Chã de Alegria-PE] 
Ativa FM 101,9 Mhz - Segunda a Sexta 12h [Cataguases - MG] (www.ativafmcataguases.com)
Beta FM 99,3 Mhz - Sexta 18h [Campo Limpo-SP] (http://www.betafm.com.br/) 
Betel FM 87,9 Mhz - Sábado 7h [São Francisco do Sul-SC] (betelfmsfs.blogspot.com) 
Bom Jesus 1170 AM - Domingo 21h [Bom Jesus do Itabapoana - RJ] (www.bomjesusam.com.br)

Brasileira FM Sat - Domingo 21h [Teresina - PI] (www.brasileirasat.com.br)
Cabana FM 87,5 Mhz - Quarta 20h [Ananindeua-PA] (http://cabanafm.com.br) 
Cacique FM 104,9 Mhz - Domingo 6h [Palmeira dos Índios-AL]

(www.radiocaciquefm.com.br) 
Capivari FM 87,5 Mhz - Sábado 8h10 [Capivari de Baixo-SC] 
Carnaúba FM 99,5 Mhz - Sábado 7h [Campo Maior - PI] (www.radiocarnaubafm.com)

Cidadania FM 104,9 Mhz - Quarta 22h/Quinta 1h [Avaré-SP] (www.radiocidadania.com.br) 
Cidade FM 104,9 Mhz - Domingo 12h [Diamantina-MG] (www.radiocidadediamantina.com.br) 
Club FM 104,9 Mhz - Sexta 12h [Manacapuru-AM] 
Clube Net - Quarta 12h [Ribas do Rio Pardo - MS] (radioclubenet.com)

Comunidade Nova Friburgo FM 104,9 Mhz - [Nova Frigurgo-RJ] 
Comunitária Liberdade FM 96,1 Mhz - Domingo 12h [Bom Jesus das Selvas - MA] (www.liberdadefm96.com.br)

Comunitária Mais FM 87,5 Mhz - Sábado/Domingo 20h [São Paulo - SP] (www.radiomaisfm.com)
Comunitária Voz Popular - Terça 9h / Quarta 14h [João Pessoa-PB] (cpcc.webnode.com.br) 
Conselheiro FM 87,7 Mhz - Segunda 20h [Nova Friburgo - RJ] (
www.radioconselheirofm.com.br)
CPA FM 105,9 Mhz - Terça 20h10/Sábado 15:10 [Cuiabá-MT] (radiocpafm.amaisouvida.com.br) 

Cultura FM 102,7 Mhz - Domingo 13h [Itaobim - MG] (www.culturafmitaobim.com)
Difusora Web - Domingo 12h [Piraju - SP] (www.difusoraweb.com)
Digital FM 98,3 Mhz - Sábado 12h [Maceió-AL] 
Eco's Vida FM 87,9 Mhz - Sábado/Domingo 18h [Fernando Falcão-MA] (www.radioecosvida.com.br) 
Educadora de São José da Urtiga AM 1400 Khz - Domingo 22h30 [São José da Urtiga-RS (www.radioeducadoraurtiga.com.br) 
Educadora Fafit FM 88,7 Mhz - Domingo 8h [Itararé-SP] (www.educadorafafit.fm.br) 
Ervália FM 105,9 Mhz - Sexta 18h [Ervália-MG] 

Escola Stark - Sábado 10h, reprise Domingo 22h [Guarapari - ES] (www.radioescolastark.com)
Estância de Jacutinga AM 1010 Khz - Quarta 21h [Jacutinga - MG] (www.radiojacutinga.com.br)

Estrela FM 104 Mhz - Sábado 12h [Retirolândia-BA] 
Fera Mix - Sábado 17h [Feira de Santana - MA] (www.radioferamix.com)

FM Esperança 87,9 Mhz - Sábado 10h [Açailandia - MA] (radiofmesperanca.com)
FM Portalegre 104,9 Mhz - Domingo 13h [Portalegre-RN] (www.fmportalegre.com) 
FM Vida 107,9 Mhz – Domingo 7h [Martins – RN] (
www.fmvida.com.br) 
Guará FM 99,1 Mhz - Domingo 18h [Santo Antonio Descoberto - GO] (radioguara.com.br)
Ibiapina FM 87,9 Mhz - Quinta 15h [Florânia-RN]
Ideal FM 104,9 Mhz - Sábado 10h [Boituva - SP] (www.radioidealboituva.com.br)
Iguatemi FM 104,9 Mhz – Sexta 9h [Iguatemi-MS] 
Interativa Pop - Quarta 19h [Manaus - AM] (www.interativapop.com.br)

Joinville Cultural FM 105,1 Mhz - Domingo 15h30 [Joinville - SC]
Kosak - O som que arrebenta! - Sábado 18h e Domingo 19h [Curitiba - PR] (www.radiokosak.com.br)
Kosak - Light - Sábado 19h e Domingo 20h [Fotaleza - CE] (www.radiokosak.com.br/light)
Lago Sul FM 98,1 Mhz – Domingo 12h [Brasília-DF] (radiolagosulfm.com.br) 
Lazafá FM 87,9 Mhz - Domingo 21h [Caeté-MG] (www.lazafafm.com)
Liberdade FM 87,9 Mhz - Domingo 9h [Itabira-MG] (
liberdadeitabira.com.br)
Liberdade FM 87,9 Mhz - Sábado 12h [Poté - MG] (www.radioliberdade87.com.br)

Litoral FM 98,5 Mhz - Domingo 7h [Paulista-PE] (www.fmlitoral.com.br)
Livre FM 98,7 Mhz - Sábado 8h [Vespasiano - MG] (www.radiolivre.net/livre)
Livre FM 98,7 Mhz - Sábado 8h [São José da Lapa - MG] (www.radiolivre.net/livre)

Luzlândia FM 87,9 Mhz - Quarta 15h [Conceição de Ipanema-MG] (radioluzlandia.blogspot.com) 
Mais FM 87,5 Mhz - Sábado/Domingo 20h [São Paulo - SP] (www.radiomaisfm.com) 
Mandacaru FM 104,9 Mhz - Domingo 12h [Cedro-CE] (www.mandacarufm.com) 
Mirandela FM 98,7 Mhz - Segunda 10h [Nilópolis - RJ] (www.mirandelafm.com)

Nativa Mix FM 87,9 - Sábado 12h [Goioxim-PR] (www.radionativamixfm.no.comunidades.net)
Nossa Paz - Sábado 12h [Porteirinha - MG] (www.nossapaz.com)

Nossa Terra FM 94,5 Mhz - Quinta 15h [Dom Silvério-MG] 
Nova Aliança FM 105,9 Mhz - Sábado 8h [Piraúba-MG 105,9 Mhz] (www.fmnovaalianca.com.br) 
Nova Geração FM 98,7 Mhz - Sexta 9h30 [Cristiano Otoni-MG] 
Ondas Verdes WebRadio - Domingo 10h [Japeri - RJ] (www.radioondasverdes.com)

Orocó FM 104,9 Mhz - Sábado 13h [Orocó - PE] (www.orocofm.com)
Panorama FM 87,9 Mhz - Sábado 23h [Custódia - PE] (www.panoramafmcustodia.com.br)
Pioneira FM 103,5 Mhz - Sem horário fixo [São Felix do Xingu - PA] 
Planeta Verde FM 104,9 Mhz - Sábado 7h [Taquaritinga-SP] (www.planetaverde.org.br/nossa_radio.php) 
Poderosa FM 91,1 Mhz - Sábado 9h e Domingo 16h [Contagem - MG] (radiopoderosafm.no.comunidades.net)

Porto União FM 87,9 Mhz - Ter e Qui 11h45 [Porto União - SC] (www.portouniaofm.com.br)
Progresso FM 87,9 Mhz - Sábado 12h [São Pedro do Piauí-PI] 
Rádio Comunitária Salomé FM 105,9 - Sábado 10h [São Sebastião-AL] 
RádioCom FM 104,5 Mhz - Terça 14h30 [Pelotas-RS] (www.radiocom.org.br) 
Rádio Cultura FM 87,9 Mhz - Domingo 16h30 (http://www.radiocultura879.xpg.com.br/) [Itinga-MG]
Rádio Nova Era - Sábado 18h [Currais Novos - RN] (
http://www.radionovaera.net/)
Rádio UFSCar FM 95,3 Mhz - Ter e Qui 10h [São Carlos - SP] (www.radio.ufscar.br)
Rádio Z FM 87,5 Mhz - Todos os dias 1h [Mauá-SP] (www.radiozfm.org)  

RCB FM 104,9 Mhz - Terça 13h [Boquim-SE] 
Rede FM 95,5 Mhz - Domingo 13h [Minduri-MG] (www.redefm.com.br) 
Rincão FM 104,9 Mhz - Domingo 7h [Rincão-SP] (rincaofm.com) 
Rio Uru FM 104,9 Mhz - Sábado 16h [Mirinzal - MA]
Rotary FM 87,9Mhz - Sábado 19h [Itaí - SP] (radiorotaryfm.com)
Santana FM 104,9 Mhz - Domingo 9h [Santana do Cariri-CE] (www.comunitariasantanafm.com) 
São Francisco Web Rádio - Domingo 10h [Itapipoca - CE] (webradiosaofrancisco.com)

São Francisco FM 93,5 Mhz - Sexta 23h [Montes Claros-MG] 
São Gonçalo FM 87,9 Mhz - Domingo 8h [São Gonçalo do Rio Abaixo-MG]  
Serena FM 91 Mhz - Domingo 20h [Bariri - SP] (www.91fmbariri.com.br)

Serenidade FM - Terça, Quinta e Sábado 13h [Surubim - PE] (www.radioserenidade.com.br)
Sertão AM 1450 Khz - Domingo 12h [Patos-PB] www.radiosertaoam.com.br
Sertão FM 87,9 Mhz - Ter 20h/ Sex 20h/ Sáb 20h [Sertanópolis - PR] (www.sertaofm.com.br)
Shalon FM 105,9 Mhz - Sábado 19h [Cassilândia-MS] 
Style Web Radio (
www.stylewebradio.com.br) - Terça 18h / Sexta 20h  
Super Rádio 90 FM 90,9 Mhz - Quarta 22h30 [Pouso Alegre-MG] (www.superradio90.com)

Tabajara FM 104,9 Mhz - Segunda a Sexta 23h [Petrolina - PE] (www.tabajarafm.com.br)
Talismã FM 96,7Mhz - Sábado 21h [Pesqueira-PE] (www.talismafm.com.br)
Tom Social Online - Segunda 20h [Santana-SP] (www.tomsocial.com.br)  
Tomba FM 87,9 Mhz - Segunda 13h [Paratinga-BA] (www.tombafm.com.br) 
Tribuna FM 106,5 Mhz - Domingo 9h [Virginópolis-MG] (www.tribunavgp.com.br)  
Trisad FM 87,9 Mhz - Domingo 9h [Santana do Deserto – MG] 
Topical Web Rádio Brasil - Sábado e Domingo 7h [Irecê - BA] (www.tropicalwebradio.com)

Tucumã FM 104,9 Mhz - Sábado 0h [Tucumã-PA] (tucumafm.com.br) 
UEL FM 107,9 Mhz - Quinta 22h/Sábado 13h (Londrina-PR) (www.uel.br) 
UFOP Educativa 106,3 Mhz - Sábado 16h (Ouro Preto - MG)
UEPB Online - Terça/Quinta 13h (Campina Grande-PB) (radio.uepb.edu.br) 
Unama FM 105.5 Mhz - Sábado/Domingo 6h (Belém-PA) (http://www.unama.br:8080/midias/unamaFm/) 
União 104 FM - Domingo 8h [Criciúma - SC] (radio104criciuma.com)
Univás FM 104,5 Mhz - Domingo 18h [Pouso Alegre - MG] (www.univas.edu.br/univasfm)

Universidade AM 800 Khz - Sexta 23h [Santa Maria-RS] (www.ufsm.br/radio) 
Universitária AM 870 Khz - Sábado 13h [Goiânia-GO] (www.radio.ufg.br) 
Universitária Unifei AM 1570 Khz - Terça/Sexta 8h [Itajubá-MG] (www.unifei.edu.br/radio) 
Universitária FM 105,7 Mhz - Domingo 12h [Lavras - MG] (www.radio.ufla.br)

Universitária FM 100,7 Mhz - Domingo 10h [Viçosa-MG] (www.rtv.ufv.br) 
Usina FM 105,9 Mhz - Seg a Sex 12h [Candiota - RS] (www.radiousinafm.com.br)
Utopia FM 98,1 Mhz - Quarta 17h30 [Planaltina-DF] (www.utopia.dissonante.org) 
Vale Do Araguaia FM 104,9 Mhz - Segunda 12h [São Miguel Do Araguaia-GO] 
Vicência FM 98,5 Mhz - Quarta 9h (durante o programa Bom Dia Vicência) [Vicência-PE] 
Vida FM 104,9 Mhz - Domingo 20h [São Lourenço do Sul] (www.radiovidasul.org)

Vila Nova FM 87,9 Mhz – Quarta 13h [Tonantins – AM]
Voz da Ilha 98,5Mhz - Domingo 6h [Ilha de Tamaracá - PE]
Web Rádio Saúde - Sábado 13h/ Domingo 13h [Brasília - DF]



...





Festival Internacional de Música Erudita de Piracicaba 2013

.
Erudita de Piracicaba 2013

mais: www.feimep.com.br
 
..

Prêmio Sesc de Literatura abre inscrições


 
...
Inscrições podem ser feitas até o dia 31 de julho

Já estão abertas as inscrições para o Prêmio Sesc de Literatura, que chega ao seu 10º ano. A iniciativa visa revelar novos talentos e promover a literatura nacional, identificando escritores inéditos, cujas obras possuam qualidade literária para edição e circulação nacional. O prêmio possui duas categorias: contos e romance, e os livros vencedores são publicados pela editora Record e distribuídos para toda a rede de bibliotecas e salas de leitura do Sesc e SENAC em todo o País. As inscrições podem ser feitas até o dia 31/07. 
 
Para conferir como participar, clique aqui.
 
Fonte PublishNews
 
... 

quinta-feira, 27 de junho de 2013

Toque de passagem - MQ



...

Começou no Largo do Rosário, no meio da tarde, o sol marcava em riste. Na rua lateral, descendo no passo, vinham dois cavaleiros em proseio, delatando o sossego daquela hora, nem poeira os cascos dos cavalos arrancavam do chão. O ar parado, naquele mormaço quente, espantava até os cachorros para a sombra e beirais das poucas casas que iam nascendo ali.

O primeiro respingo caiu nas mãos de um dos cavaleiros que enrolava o cigarro de palha, bem na hora que ele calcava o fumo com a lâmina do canivete. Com o respingo, veio como de muito longe, o tropel parecendo boi bravo fugindo da boiada. E aí começou a chover de verdade, o barulho foi aumentando e o fedor foi consumindo o normal do cheiro do lugar. O povo começou a sair na rua sem saber o que era aquela chuva grossa, os cavalos se inquietaram e começaram a pular derrubando um dos cavaleiros, enquanto o outro mais sabido desmontou logo. O chão tremia, chegou a derrubar a parede de adobe da segunda casa da rua. As mulheres começaram a rezar e gritar:
- Acode, Antenor!

- É o fim do mundo, meu Deus!

- Calixto, tira a Duvinha da casa!

O arraial todo virou um pandemônio, era gente correndo pela rua gritando, era cachorro uivando, cavalo correndo sem o cavaleiro, as portas das casas batendo e as telhas pulando fora dos telhados. Ninguém atinava o que estava acontecendo, parecia o fim do mundo.
Com prazo de minutos, formou no começo da rua principal aquela ventania que veio subindo como um redemoinho, cegando os olhos de todos, aquele barulhão de mil bois passando desembestados e aquela catinga, num céu anuviado, marrom.

De repente passou, ficou aquele silêncio pesado e aquele cheiro, que ninguém conhecia, carregando o ar. Logo, todos começaram a se juntar na porta da igreja em orações.

O monsenhor era o mais abalado de todos devido à sujeira que escorria pela torre da igreja, recém pintada.

Passado o susto, a conversa era só sobre o acontecido, cada um fazia sua conjectura.
- Vamos examinar, parece merda, dizia o sapateiro Damim.

- É bosta de porco, completava o intendente que era dono do maior chiqueiro do Arraial, portanto, conhecia o excremento.

- Será que o vento levantou seus capados do chiqueiro, doutor Benedito? Perguntou o monsenhor.

Aquela gente toda na porta da igreja seguiu o monsenhor e o intendente até a casa deste para ver quantos porcos faltavam no chiqueiro e qual o tamanho do estrago que aquele pé de vento tinha feito.

Lá chegando, encontraram tudo no lugar, não faltava nenhum animal mas os capados se assustaram com aquela quantidade de gente.
No lusco-fusco da tarde, todos reunidos agora na porta da casa do intendente, sem entender o acontecido, um menino aponta para o começo da rua e diz:

- Olha! Outra pueira vem vino.

Todos firmaram as vistas naquela direção e viram, assustados, o poeirão. Era Tiburço mais o menino Quelé tocando a boiada. Tiburço chegou rindo.

- Da comitiva prá me esperá, gostei! Mas do cheiro não! Boa tarde, seu padre. Boa tarde, doutor Benedito. Tarde prá todos.

- Padre não, seu Tiburço, monsenhor viu! Monsenhor! Repreendeu o religioso.

- O senhor tem alguma coisa a ver com o que sucedeu aqui, perguntou o intendente.

- Não, doutor Benedito, dele passá aqui não, mas o nó no rabo fui eu quem dei, pur isso a brabeza dele.

E foi saindo, ajeitando o berrante para o toque de passagem, deixando a poeira no assombro de todos.


...

quarta-feira, 26 de junho de 2013

ArtRio lança concurso para artistas visuais emergentes

......
A Feira Internacional de Arte do Rio de Janeiro (ArtRio) abriu inscrições para o concurso que vai selecionar três artistas visuais para uma exposição na terceira edição do evento, a ser realizada em setembro, e um período de residência artística em três espaços culturais.
..
Foto: Andy Arthur
...
Em sua primeira edição, o Prêmio Foco Bradesco ArtRio vai contemplar artistas nacionais com até 15 anos de carreira. Os vencedores vão receber R$ 7,5 mil e terão os custos de hospedagem e passagens pagos.
As residências artísticas terão duração de três meses e serão realizadas na Baró Residência, com exposição na Baró Galeria, em São Paulo (SP); no Espaço Fonte, com exposição no pátio do Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães (MAMAM), ambos em Recife (PE); e na Residência La Ene, com mostra no Museu La Ene, em Buenos Aires (Argentina).
Os trabalhos passarão pela avaliação de um Comitê Curatorial, formado por um representante de cada um dos programas de galerias envolvidas: Adriano Casanova (Baró Residência), Santiago Villanueva (Espaço Fonte) e Cristiana Tejo (Residência La Ene), com coordenação do curador carioca Bernardo Mosqueira.

As inscrições vão até o dia 10 de julho e podem ser feitas pelo site www.artrio.art.br.

Fonte: culturaemercado

..

terça-feira, 25 de junho de 2013

FESTIVAL DE MÚSICA POPULAR DE IBOTIRAMA BA - XXVII FEPI - FESTIVAL DE POESIA DE IBOTIRAMA BA


...


 

INSCRIÇÕES até 05 de julho
Contato :
Secretaria de Cultura de Ibotirama.
Rua Pedro Carneiro, s/n – Centro – Ibotirama/BA – CEP: 47520-000
Fone (77) 3698- 1512 (Prefeitura Municipal)77 88041290 oi, 77 99374885 Vivo, 77 8156 1893 claro, 77 8826 6471 oi 77 9828 9747 vivo.

segunda-feira, 24 de junho de 2013

ADRIANA MALATO - BELÉM

....................








domingo, 23 de junho de 2013

Lalinha - MQ

...


Para dor de cabeça, rezava Lalinha.

Encontrei Nossa Senhora
Sentada na pedra fria
Benzendo dor de cabeça
Do seu bento Filho

Para Antenor, Lalinha dizia.

- Cura tudo, é só rezar com fé, pondo a mão no lugar da dor. Se for uma ferida muda o nome mas mantém o fervor. Assim.

Encontrei Nossa Senhora
Sentada na pedra fria
Benzendo dor de ferida
Do seu bento Filho

- Mantém sempre o “benzendo dor”. Se for cobreiro.

Encontrei Nossa Senhora
Sentada na pedra fria
Benzendo dor de cobreiro
Do seu bento Filho

Para Lalinha, Antenor perguntava.

- Cura só doença? E dor de amor, cura?

- Cura não, só cura dor instalada. Dor de amor dói mas é por dentro, lateja mas o corpo não distingue.

Respondia Lalinha e ponderava.

- Mas... Sabe-se lá, nunca vi falar... Às vezes, conforme a fé... Que negócio é esse de amor, Antenor, tá atingido?

Antenor quase suspirando.

- E dói, Lalinha, dói tanto, Lalinha.

A mão de Lalinha no peito de Antenor. E ele, de olhos fechados, concentrava com fervor na reza.

Encontrei Nossa Senhora
Sentada na pedra fria
Benzendo dor de amor
Do besta do Antenor

E lascou o beijo na boca dele.


....

sábado, 22 de junho de 2013

Irino do Além - MQ


...


As duas portas, sempre abertas, no cômodo caiado há muito, mais banco que mesa e, fechando a porta do fundo, o balcão, fora a fora, dividia a mercadoria do freguês. Dividia a prosa fuxiquenta com todo tipo de gente que ali parava. Gente vinda dos arredores, os moradores do lugar e quem mais chegasse.

Seu Alcebíades era manco, mas havia virado Manco na maldade de gente poderosa que firmou esse chamar. No começo, se importava, depois foi se acostumando.

A venda ficava na Rua de Cima, quase em frente da igreja em construção. Era ali que o pai tomava as suas, todo dia, de tardinha. Carecer não carecia, pois o cavalo levava ele sozinho para casa, mas era do costume, desde que fui ficando moça, buscá-lo na venda. Pouco pela quantia que ele bebia e levava para beber no caminho, pouco para vigiar as anotações dos haveres que se faziam no fiado dele, e muito para ver os moços e ouvir a falação do Manco. Entretinha.

Ele já estava acostumado, saía dali noite indo, eu na garupa. Varava a Vila pela Rua de Baixo até ganhar a estrada do Lajeado e, de quando em quando:

- Qué um gole, minha fia?

Eu nunca queria. Quando passávamos a última casa da rua o medo sempre tomava conta. No cochilo dele, vez em quando despertava.

- Qué um gole, minha fia?

- Quero não, meu pai. E o medo tomava conta.

Num dia, de repente, no negror da noite, apareceu aquele vulto enorme, desmontado, puxando o cavalo pela rédea, com aquele clarão na cara parecendo fogo pegando embaixo do chapéu.

Meu coração foi parar na boca, o pai deu um pulo e pôs a garrafa em riste.

- Qué um gole, seu moço?

O clarão na cara da figura desapareceu no escuro e ela também. O medo rodopiou por dentro.

- O que é isso, minha fia?

- Assombração. Respondi, tremendo dos pés à cabeça.

De novo a cara de fogo apareceu, e não estava só, vinham muitos vultos atrás. Até o cavalo dessa vez se assustou. Quando o pai ia virando o animal para correr, aquela voz grossa falou, com os braços abertos como se quisesse pegar a gente:

- Noite, moça Adelaide. Noite, seu Benzinho.

Era Baldino chegando e parecia assombração quando tentava acender o cigarro de palha com a binga nova.

Quando cheguei, no outro dia, para buscar o pai na venda, lá só se mangava dele, oferecendo pinga para assombração. Ele mesmo quem contou.

- E elas bebe mesmo. Dizia ele.

Foi o que bastou para o Manco e os amigos fazerem a brincadeira, o escolhido foi Irino. O dia, em que eu não fosse buscar ele.

Irino arranjou um lençol de algodão, furou o lugar de enfiar a cabeça, separou numa lata cal e alvaiade e ficou esperando o dia em que estivesse só. Nesse dia, ao sair da venda, deram para ele mais uma garrafa cheia, a sem paga. A noite era um breu. Irino, ajudado pelo Manco mais Nacleto, vestiu o lençol, passou nos cabelos, no rosto e no chapéu, o alvaiade com cal e saiu a galope. Quando chegou na estrada do Lajeado, escolheu a melhor moita. Acendeu sete velas.

Ia o pai pelo caminho, no seu cochilo, gole, cochilo, outro gole. Quando ouviu no meio do mato:

Se do mal for o pagão
Combino judiar não
Se do bem for o cristão
Espeto com meu ferrão

Ele assustado.

- Virgem Maria!

Chegou perto e viu a roda de vela e Irino aparecendo com aquela roupa muito maior que ele. A luz das velas fazia a sombra dançar pela copa do pequizeiro, era assombração em pessoa.

- Qué um gole, seu moço? Esticando a mão com a garrafa.

Irino olhou bem para ele e falou.

- Se do bem for o cristão, espeto com meu ferrão.

O pai respondeu:

- Sou do bem não, nem do mal, seu moço. Sou só do gole e da boa prosa, seu sombração.

- E é boa essa pinga, cristão? Perguntou Irino.

- Das boa, é lá da venda do Manco, cunhece? Fica no Vai Vem perto da igr..... intendência. O Manco num ingana ninguém, só gosta de falá, as vêiz, um poco do alheio.

Desarrolhou a garrafa e passou para Irino que, surpreso com a reação dele, acabou tomando um gole grande e começou a fazer a sua latumia.

- Tenho que levá ao menos trêis alma comigo.

O pai não deixava ele falar e foi dando pinga e fingindo beber igual, dando pinga e ajudando a escolher as almas, desconversando a conversa dele. A noite foi passando, a assombração se embebedando, meu pai dominando a conversa.

- Qué mais um gole, seu sombração?

A situação ficou no laço bem apertado em volta de Irino, já bêbado de cair. Foi amarrado na sela e levado para a venda, puxando o cavalo, o pai com a assombração amarrada, vez em quanto tomando uma talagada e apontando com a garrafa.

- Seu sombração, qué um gole? Seu sombração.

O dia ia amanhecendo quando ele bateu na porta. O Manco abriu, levou um susto. O pai entrou com Irino, amarrou ele no pé duma mesa e pediu duas pingas. Para o Manco ver a assombração beber.

Manco contou que era brincadeira, que aquele era Irino. Pai dizia que era só paricido. Que a sombração era ardilosa, gostava de parecer com os do lugar prá fazê enganação. Que ia esperar o povo na venda prá ver que a sombração gostava é por dimais de pinga da boa.
E foi chegando gente, a venda foi enchendo e o pai pondo pinga na boca de Irino, amarrado no pé da mesa. Foi preciso que jogassem um balde d’água e lavassem a cara da assombração, ali, no meio da venda, com o povo olhando para ele acreditar.
E foi desse jeito que Irino, desse dia em diante, passou a ser mais conhecido como Irino do Além.


...

sexta-feira, 21 de junho de 2013

CurtaDoc busca produções latino-americanas

....
O portal CurtaDoc, primeiro catálogo brasileiro de documentários em curta-metragem, recebe até 15 de julho obras produzidas na América Latina. Serão selecionados cerca de 150 filmes para exibição na SescTV.
..
Foto: Vancouver Film School
...
Podem participar produções com menos de 30 minutos de duração. Não há restrição ao tema, formato de captação ou data de conclusão. Os responsáveis pela inscrição devem efetuar o cadastro no site do programa e disponibilizar o link da obra (com legenda em espanhol, se houver), hospedado em um site de compartilhamento de vídeos.
O CurtaDoc tem como metas o mapeamento da produção de documentários de curta-metragem na América Latina e a formação de uma rede de interessados na cultura do gênero.

As inscrições vão até 15 de julho e podem ser feitas pelo site www.curtadoc.tv.

Fonte: culturaemercado

...